Miotto – Os a priori da Psicologia em Historia da Loucura – Acheronta 22 2005

Miotto – Os a priori da Psicologia em Historia da Loucura – Acheronta 22 2005

Miotto - Os a priori da Psicologia em Historia da Loucura - Acheronta 22 2005

Se o problema da fundação das ciências humanas dá lugar na arqueologia ao problema de sua constituição (que é histórica), Foucault demonstra isso lançando mão de uma nova maquinaria conceitual: seu primeiro grande livro sobre a História da Loucura, como arqueologia das condições de possibilidade históricas que delimitam as ciências “psi”, é uma pesquisa que encontra nos documentos históricos “estruturas essenciais” (1961/1995, p. 53), “princípios de coerência”, “unidades”, percepções “claramente articuladas” (p. 55), “fatos positivos”, ” coerências” e “funções” de cada época “a respeito do que ela sabe sobre si mesma” (p. 83), e, enfim, “o a priori concreto de toda psicopatologia com pretensões científicas” (p. 133).



Citar este post
Marcio L. M. (2020, 20 Novembro). Miotto – Os a priori da Psicologia em Historia da Loucura – Acheronta 22 2005. áskēsis. Recuperado em 20 de Maio de 2024, de https://askesis.hypotheses.org/miotto-os-a-priori-da-psicologia-em-historia-da-loucura-acheronta-22-2005

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search