Em torno da medicina grega e romana

Bela recensão de Mudry que contextualiza a medicina romana e a compara com a grega.

O artigo busca responder à questão sobre os traços que caracterizariam o que uma historiografia especializada usualmente denomina de “medicina romana”. A partir de excertos da obra De Medicina (Sobre a medicina), único texto sobrevivente do enciclopedista latino Aulo Cornélio Celso (século I d.C.), são evocados alguns autores médicos gregos que antecedem Celso para apresentar as semelhanças e particularidades dos autores latinos que trataram da medicina. Conclui-se que, se houve uma medicina legitimamente “romana”, ela deve ser considerada como fruto do mundo rural latino, com suas receitas e terapias tradicionais, não se igualando aos avanços obtidos pela medicina grega, mas que não se eximiu, todavia, de uma rica reflexão acerca da arte médica e do papel do médico.

Mudry, Philippe. Reflexões sobre a medicina romana. Romanitas – Revista de Estudos Grecolatinos, n. 8, p. 179-193, 2016

Igualmente bela é a recensão de Regina Andrés Rebollo, intitulada “O legado hipocrático e sua fortuna no período greco-romano: de Cós a Galeno”.

Este artigo discute o legado de Hipócrates e do Corpus hippocraticum (CH) no período compreendido en- tre os séculos v e iv a.C. até o período greco-romano, com Galeno, em ii d.C. Na primeira parte, faço uma descrição das obras que integram o CH e uma síntese das concepções médicas nele contidas. Na segunda parte, apresento a fortuna do legado no período alexandrino e os seus primeiros comentadores. Por últi- mo, o papel de Galeno na transmissão e na difusão do legado hipocrático é discutido com base no con- junto de sua obra e de suas concepções, parte delas herdadas diretamente do CH.

Rebollo, Regina. O legado hipocrático e sua fortuna no período greco-romano: de Cós a Galeno. ScientiaeStudia, Vol. 4, n. 1, São Paulo, 2006.

Outra feliz notícia: os tratados hipocráticos disponíveis online:

CAIRUS, Henrique F.; RIBEIRO, Wilson A. Textos hipocráticos: o doente, o médico e a doença. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2005. (Coleção História e saúde). Disponível em: <https://static.scielo.org/scielobooks/9n2wg/pdf/cairus-9788575413753.pdf>.



Citar este post
Marcio L. M. (2024, 15 Janeiro). Em torno da medicina grega e romana. áskēsis. Recuperado em 20 de Maio de 2024, de https://doi.org/10.58079/vlg9

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search