Ivan Sechenov: Os reflexos do cérebro (1863)

Até o momento é bastante difícil encontrar traduções dos textos de Sechenov (1869-1905) em português.

Há muito, o Textos básicos de história da psicologia, de Boring e Hernnstein, já apresentava traduções de trechos de Sechenov. Mas a tradução do inglês é de segunda mão (tradução de tradução). De todo modo, o texto permaneceu há longo tempo como uma das únicas (a única?) fonte sobre Sechenov:

SECHENOV, Ivan. Reflexologia e Psicologia. In: BORING, Ernst; HERNNSTEIN, R. J. (Orgs.). Textos básicos em história da psicologia. SP: Herder/Edusp, 1971, p. 377–393.

Isaías Pessotti publicou recentemente um texto introdutório numa coletânea chamada Behaviorismos – Reflexões históricas e conceituais, organizado por Diego Zilio e Kester Carrara:

PESSOTTI, Isaías. I. M. Sechenov (1829-1905) e os “reflexos do cérebro”. In: CARRARA, Kester; ZILIO, Diego (Orgs.). Behaviorismos: reflexões históricas e conceituais. São Paulo: Paradigma Centro de Ciências e Tecnologia do Comportamento, 2016, v. Vol. I.

O livro de Sechenov já havia recebido uma tradução cubana em 1965, sob a referência

SECHENOV, Ivan Mikhaĭlovich. Les reflejos del cerebro. Havana: Academia de Ciencias, Museo Histórico de las Ciencias Médicas “Carlos J. Finlay,” 1965.

Na coletânea organizada por José Maria Gondra, de 1982, também há um trecho dos Reflejos,

GONDRA REZOLA, José María. La psicologia moderna: textos basicos para su genesis y desarrollo historico. Bilbao: Desclée de Brouwer, 1982.

O archive.org detém, predominantemente, referências em inglês. Numa delas, de escritos selecionados, uma biografia assinada por M. N. Shaternikov abre uma série de outros trabalhos, além de The Reflexes of the Brain, em alemão e inglês:

I. M. SECHENOV. Sechenov – Selected Works. Amsterdam: E. J. Bonset, 1968. Disponível em: <http://archive.org/details/sechenovselectedworks>.

O MIT Press também publicou, em 1965, uma tradução em inglês do livro completo:

SECHENOV, I. M. (Ivan Mikhaĭlovich). Reflexes of the brain. [s.l.]: Cambridge, Mass., M.I.T. Press, 1965. Disponível em: <http://archive.org/details/reflexesofbrain0000sech>.

O archive.org também dispõe de uma tradução em francês, de Victor Dérely, ainda do século XIX. Traduz-se ali os capítulos I e II dos Reflexos e três textos sobre o estudo da Psicologia: A qui appartient le rôle de psychologue?, De la méthode psychologique e Histoire de l’évolution psychique:

SECHENOV, Ivan Mikhailovich. Études psychologiques. Trad. Victor Dérely. Paris: C. Reinwald, 1884. Disponível em: <http://archive.org/details/tudespsychologi00unkngoog>.

Chez le nouveau- né et chez l’enfant tous les phénomènes psychiques portent le caractère des actions réflexes. — Les seules modifications très importantes qui se produisent dans l’évolution psychique ulté- rieure sont dues au développement graduel de la faculté de penser et de vouloir. — Toutefois, en analysant l’opération de la pensée dans sa liaison avec ses substratums réels, on voit qu’elle ne contient aucun élément nouveau en dehors de ceux qui déterminent le pas- .sage de la sensation concrète à une forme de plus en plus dififérenciée, et comme l’expérience montre que cette différenciation des sensations commence dès le premier âge et se poursuit sans changements essentiels jusqu’à la conception abstraite, il en résulte que l’évolution intellectuelle ne présente aucune variation fondamentale dans sa marche. — En transportant sur le terrain psychologique les données fournies par l’analyse physiologique des mouvements volontaires, on arrive au même résultat concernant la spontanéité des actes humains (p. 224).



Citar este post
Marcio L. M. (2023, 24 Maio). Ivan Sechenov: Os reflexos do cérebro (1863). áskēsis. Recuperado em 20 de Maio de 2024, de https://doi.org/10.58079/d1mo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search