John Watson: textos traduzidos sobre o Behaviorismo Clássico

A editora Hogrefe acabou de lançar uma coletânea de traduções de Watson, coordenada por Saulo Freitas Araujo e Bruno Angelo Strapasson. Além do clássico artigo de Watson – A Psicologia como um Behaviorista a vê -, já traduzido em português, há outros textos selecionados. Segue o informe:

John Broadus Watson (1878-1958) é frequentemente indicado como um dos mais importantes psicólogos do século XX. Tal importância se deve principalmente ao seu papel na criação do behaviorismo, um movimento que teve um impacto decisivo na comunidade psicológica da época, e que influenciou a psicologia na contemporanidade. 
A despeito de sua importância histórica para a psicologia, a obra de Watson ainda é pouco conhecida no Brasil. No intuito de torná-la mais acessível a estudantes, pesquisadores e profissionais interessados no assunto, o presente volume contém oito textos de Watson, sendo sete deles traduzidos pela primeira vez para o português, acompanhados de notas históricas explicativas e cronologia.

Sumário

Introdução
Biografia
Sobre os textos
Sobre a tradução
Cronologia
A nova ciência do comportamento animal (1910)
A psicologia como o behaviorista a vê (1913)
Imagem e afeto no comportamento (1913)
Reações emocionais condicionadas (1920)
J. B. Watson e Rosalie Rayner
Como pensamos: A visão do behaviorista (1926)
O mito do inconsciente: Uma explicação behaviorista (1927)
O que é o behaviorismo? (1928)
Autobiografia (1936) 

Bibliografia:

WATSON, John B. O Behaviorismo Clássico. (trad. Saulo Araujo e Bruno Strapasson). SP: Hogrefe, 2021.

WATSON, John B. Clássico traduzido: a psicologia como o behaviorista a vê. Temas em Psicologia, v. 16, n. 2, p. 289–301, 2008. Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1413-389X2008000200011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt>.


Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search