Fake News: e daí?

Um dos módulos do projeto de extensão Gaia Nefelibata – Filosofia em território virtual (projeto que vincula questões filosóficas durante o período da Pandemia, ligado ao grupo de pesquisa Subjetividade no Pensamento Contemporâneo – CNPQ) tem o título acima e é coordenado pelos profs. Marcio Miotto (UFF) e Matheus Hidalgo (UFS). Trata-se, conforme diz o projeto, de apresentar vídeos e podcasts analisando “noções como as de “fake news” e “pós-verdade”, bem como suas implicações sobre o cenário político internacional, com destaque ao caso brasileiro”.

Os vídeos se distribuem segundo as temáticas abaixo.

O problema das Fake News

Seriam as Fake News apenas memes ou brincadeiras de rede social, vinculando indignações, piadas ou informações? Nesse video, demonstra-se como as Fake News também também fazem parte de estratégias políticas inimagináveis.

Definições: as Fake News para além da imprensa tradicional

Neste vídeo, explora-se algumas definições de Fake News disponíveis na literatura sobre o assunto. Em jogo está a relação entre a imprensa tradicional e as novas mídias, mas não só: houve nos últimos anos, em nossas formas de comunicação, também uma transição importante a notar.

O papel das Fake News na esfera pública

O vídeo pauta a implicação da mentira e das Fake News na esfera pública, usando argumentos de Giuliano Da Empoli, Jason Stanley e Hannah Arendt. Então trabalha as relações entre Fake News e digitalização, especialmente quanto às políticas de Big Data e Psicologia do Comportamento envolvidas.

Fake News e pós-verdade no Brasil

Nesse vídeo o Prof. Matheus Hidalgo analisa o efeito concreto de estratégias de Fake News no Brasil, utilizando argumentos de Jason Stanley e Hannah Arendt para demonstrar como a mentira na esfera pública implica em táticas flagrantes com o fascismo.

Textos

Há uma bibliografia montada em torno dos temas “Mídia, Infodemia e Democracia“. Além disso, alguns textos preparatórios estão vinculados abaixo:


Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search