Schelling and the Cheshire cat

The System [of Transcendental Idealism] makes its arguments in a hyperbolically abstract way, so that Schelling`s cat becomes Cheshire, but with nary a smile to guide the reader.

Robert Richards, The Romantic Conception of Life (2002), p. 155

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search