Schelling and the Cheshire cat

The System [of Transcendental Idealism] makes its arguments in a hyperbolically abstract way, so that Schelling`s cat becomes Cheshire, but with nary a smile to guide the reader.

Robert Richards, The Romantic Conception of Life (2002), p. 155


Citar este post
Marcio L. M. (2020, 10 Março). Schelling and the Cheshire cat. áskēsis. Recuperado em 20 de Maio de 2024, de https://doi.org/10.58079/d1ia

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search